Vamos subir e descer ladeira meninada, chegou o Carnaval!

Aiiimmmm, chegou o Carnaval. Pense numa festa que levanta minha moral! Desde o berço curto a balada profana e veio no sangue o gosto de foliã. Nada melhor do que descer as ladeiras frevando, naquele apertado de gente suada, só alegria e nada melhor do que se travestir, poder ser quem você quiser. Bruxa, princesa, astro do rock, super-herói…E nada melhor, agora, no meu caso, ser mãe e poder repassar esse gostinho (e o pai contorcendo-se de ódio)…

Reunimos aqui no Cabide da Maricota algumas fantasias inusitadas para quem sabe você ache fofinho e interessante e consiga travestir seu rebento. Infelizmente ia aderir ao modelito Mulher Maravilha, mas #Valentinacheiadegosto decidiu ficar com a de princesa…

Astro do rock, mestre cuca, lutador de boxe e ogrinho: mui fofinhos!

Atacando de Monstros SA

Pucca

A melhor para as bebesinhas: Lady Gaga Baby...rsrsrsrsrs

O melhor para os cuecas: Kiss :PPPPPP

As melhores para os pais geeks: Laranja Mecânica e Star Wars o/

Super Mário

Menina Maravilha... 😉

 

por Érica Chianca, João Pessoa-Paraíba

A vez deles…

Nas histórias de Contos de Fadas as mulheres são as protagonistas esmagadoras não sobrando se quer para os homens uma lembradinha de nome (quem sabe a graça do príncipe da Bela Adormecida, ou da Branca de Neve? Eles apenas são os príncipes e just)…Se bem que já que na política os homens são maioria esmagadora, deixem a gente com os nossos açucarados continhos! rsrsrsrs…

Brincadeiras sexistas a parte, assim como as meninas, os meninos e homens merecem sim ser chamados de príncipes (aiiimmm, confesso que vez ou outra chamo meu marido assim e ele curte viu?), e ser tratados como tal…Acho que mães de meninos devem ser mais zelosas com seus filhos primando por uma educação que faça dos seus rebentos príncipes, assim como nós, na maioria das vezes, fazemos com nossas meninas.

E sendo bem reta, não existe essa coisa de tornar um menino “gay” por receber um tratamento mais delicado, e sim de desfazer esse paradigma do homem que é macho é estúpido e tem que ser tratado com dureza no seu íntimo. Conheço uma leva de homens (como meu pai, meus tios, meu marido e muitos amigos) masculinos, viris e profundamente (lindamente, fofuramente, desmanchadamente) delicados, principalmente com as mulheres que o circundam e com suas crias.

Eles gostam sim de receber flores, comer chocolate em forma de coração, de serem deitados em nossos colos (se possível desligue a luz para que eles possam chorar…), de dormir de conchinha, de se divertir na compra de utensílios de casa, de pegar na mão, de ser tratado com carinho, e sim, de serem chamados de príncipes…

Vejo uma cobrança muito forte em cima dos homens. As mulheres as vezes exigem um perfil irreal dos seus companheiros, paquerinhas e da macharada que está em volta não parando um minuto para perceber o quanto é difícil ser homem nessa vidinha de meodeus (não que ser mulher seja facim…). A nossa sociedade (leia-se também NÓS MULHERES) ainda programa essa leva de ogros e nós muita vezes queremos que eles sejam príncipes, quando simplesmente ninguém disse que eles podem ser e que simplesmente não há nada de errado com isso.

Nessa ideia cabe a nós MULHERES mães mudar a cada dia essa realidade. É uma conta simples: se você quer ter príncipes, eduque príncipes. E sim, lembre de ser uma princesa… 😉

Depois da estreia de beldades como Branca de Neve e Pocahontas na capa das revistas, o blog Petite Tiaras decidiu transformar em modelos também os príncipes encantados. Olha só eles na capa das masculinas GQ, Men's Vogue, Men's Journal e Esquire...

Fofurices da volta às aulas

Esse é o primeiro ano da vida escolar da minha #Valentina de 2 aninhos e com a novidade vem à galope uma mega lista de coisas para comprar solicitadas pelas escolas (e olhe que a dela foi bem comedida nos pedidos). O bom de se ter filhos é que podemos reviver nossos momentos de infância com um porém: dessa vez somos nós quem temos que educar.

Nas compras do material da minha princesa revivi todos os sentimentos bons da época em que aquele lugar era o meu. A magia da volta às aulas com tudo cheirando a novo, a ansiosidade por estrear o material, conhecer os novos colegas, a Tia da vez, chegar no colégio com as paredes pintadinhas e todo mundo com um sorriso estampado para receber os alunos…AAiimmm, que coisa boa!

Mas como o papo aqui é dar dicas sobre produtos legais e com preço bom, no nosso post de volta às aulas mostrarei alguns exemplos de bolsas (para as menininhas) que as mãe, vós, tias podem comprar por preços bons fugindo da tradicional estampa de personagens como princesas, hello kitty, e do rosa-roxo-lilás-rosa…

por Érica Chianca, João Pessoa- Paraíba

Minnie estilizada, R$ 89,90

 

bolsinha térmica fofíssima, R$ 29,90

Bolsa de carrinho, por volta dos R$ 150,00

So cute, R$ 49,90 (vem com depósito de lanche e garrafinha)

Mickey estilizado

Estojos rosa Paul Frank, R$ 34,90

Estojo menor Paul Frank, R$ 27,90

Estojo de velcro Paul Frank, R$ 34,90

 

|Outras fofurices|

 

Lapiseira de macaquinho (pode tirar a gravura e colocar uma foto 3x4 do dono), R$ 2,99

Borrachas sortidas de coração, flor, R$ 0,59

 

Obs.: Todos os produtos mostrados estão a venda no Atacadão dos Presentes, na BR 230

Barbie careca: nós apoiamos o movimento!

Está rolando uma campanha nas redes sociais de pais que exigem da marca Mattel a inclusão da boneca Barbie em versão careca nas prateleiras. O movimento surgiu após a fabricante de brinquedos atender a um pedido especial: criar uma boneca Barbie sem cabelo para alegrar a menina Genesis Reyes, de 4 anos. A garota havia feito quimioterapia para tratar um câncer e estava triste porque achava que, careca, não podia mais ser uma princesa. (#chorey)

Careca do bem: símbolo da futilidade feminina, Barbie agora pode ser exemplo de boa causa

Sugestões são para que a marca crie acessórios como chapéus e lenços

Como uma das amigas dos pais da garota conhecia o presidente da empresa, sugeriu que a Mattel criasse uma boneca para alegrar a grotinha. A boneca especial, sem cabelos e com roupa de princesa, foi batizada de Genesis. Foi uma maneira para que a criança visse que ela poderia continuar bonita, como uma princesa, mesmo careca.

A iniciativa pode tornar-se ferramenta importante para a recuperação das menininhas com câncer, além de outras doenças que fazem cair os cabelos. Até os 3, 4 anos, elas estão na fase rosa, fantasiam-se de princesas, e ainda não conseguem entender completamente por que seus cabelos caíram. Com a boneca careca o exemplo emana positividade e fala um pouco do universo e contexto qual estão inseridas ajudando na recuperação, principalmente emocional dessas crianças.

Princess Genesis Barbie

Até o momento, 13 mil pessoas apoiaram a causa Barbie Bald and Beautiful. Ah, va lá Mattel…custa nada! E para você também não. Compartilhe a ideia com seus amigos e faça parte desse movimento!

Acesse a página do movimento no Facebook aqui!

Mousse: reduzir volume, dar brilho e maciez aos cabelos

Meu cabelo é exagerado em tudo. Muitos fios, ondulado (mesmo ficando mais lisos depois da gravidez e das escovas de diamante) e volumoso, muito volumoso! Quem tem cabelinho assim sabe quanto penamos para acalmar as madeixas, e além química, encontrei uma solução muito interessante pra acalmar os fios: o mousse.

Como nunca havia usado nenhum, catei o primeiro que vi na prateleira do mercado do meu bairro e resolvi testar. Fui em cima do produto que prometia diminuir o VOLUME e o FRIZZ, e que também poderia ser usado com SECADOR e CHAPINHA.
O Mousse Gloss,  da linha Charming Gloss Collection, da marca Cless, já está no mercado há um tempão (pelo o que andei olhando em outros blogs), e confesso que cumpre o que promete na embalagem (aliás, muito fofa e atrativa). Meu cabelo fica mais liso, macio, com brilho e super organizador por muito tempo. No meu caso, prefiro usar com os cabelos secos, pois com eles molhados não sei que rumo vão tomar…


O cheirinho é muito bom, e inclusive uso nos cabelinhos do meu bebê de dois anos. As madeixinhas dela, como as da mamãe, são muito cacheadas (cuti-cuti demais) e assanhadinhas, e com uma passada de mousse, com os cabelos do baby secos ou molhados, resolvo todos os meus problemas. #ficadica

Blog no WordPress.com.